Área Restrita

Histórico

No final dos anos 80, o Brasil viveu um momento decisivo quando o governo federal, através de várias ações, passa a expor nossa economia à concorrência internacional. Neste contexto, a busca por uma melhor qualidade e produtividade passa a ser o grande desafio das empresas sediadas no país. Com o objetivo de conhecer as “novidades” em termos de técnicas de qualidade e produtividade por todo o mundo, o governo financiou missões para os Estados Unidos, Europa e Japão. Como resultado, foi constituído em 1990, o Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade – PBQP, mobilizando o empresariado nacional para a importância da qualidade na gestão organizacional.

Nascem, então ao final de 1992, os programas estaduais de Qualidade. Destes os que mais se destacaram em resultados foram o PGQP – Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade e o PQB – Programa Qualidade Bahia, pelo uso de metodologia de avaliação alinhado aos critérios do PNQ.

Na Paraíba, como em diversos outros estados, tais programas sofreram descontinuidade. Porém, levando em conta esta primeira experiência e as causas do sucesso dos programas acima citados, a partir do Seminário do Poder de Compras Governamentais – em 1999, iniciaram-se diversas reuniões promovidas inicialmente pelo SEBRAE, onde logo aliou-se a FIEP e outras empresas, com o objetivo revitalizar e instituir o Programa Paraibano da Qualidade e Produtividade.

Suas etapas iniciais foram a definição da estrutura funcional e sua viabilização. Para conduzir estas etapas, foi nomeado um grupo representativo de trabalho, composto pelos senhores: Francisco Nunes (SEBRAE – PB), Derlópidas Gomes Neves Neto (IEL), João da Mata (Lechef), Roberto Braga (Grupo São Braz), Irenaldo Cavalcante (Brascorda), e Marilda Cauduro Brendler Felizardo (Coordenadora Executiva do PPQ).

No ano de 2001 várias organizações participaram das atividades do então PPQP e muitas delas aliaram-se ao programa, sob formas diferenciadas de adesão, quais sejam organizações com termo de adesão, mantenedores e convenentes.

Com o sucesso do projeto, foi criada no dia 18 de fevereiro de 2002 a ASSOCIAÇÃO PARAIBANA DA QUALIDADE que assumiu definitivamente a co-denominação Programa Paraibano da Qualidade – PPQ, que configura-se no mercado paraibano como uma entidade de natureza civil, sem fins lucrativos, que em muito tem contribuído com a melhoria do sistema de gestão nas empresas paraibanas.

A finalidade maior do PPQ é promover a disseminação de conceitos e uso da de ferramentas de gerenciamento pela qualidade total por parte das organizações no Estado da Paraíba, com vistas ao desenvolvimento da cultura e da capacitação para o gerenciamento da qualidade, nas administrações públicas federais, estatuais e municipais, diretas e indiretas, abrangendo o poder Executivo, Legislativo e Judiciário, em organizações não-governamentais e na iniciativa privada.

Existem no país outros Programas Estaduais e Setoriais da Qualidade e Produtividade, que reúnem-se periodicamente para discutir aspectos de importância para todos os Estados, como também para partilhar suas experiências no FÓRUM DOS PESQP – Programas Estaduais e Setoriais da Qualidade e Produtividade.

Associados Convenentes