Área Restrita

Destaques

Você já ouviu falar em Growth Hacking?

Atualizado em 11/05/2018 04:36

Essa tática de empreendedorismo se popularizou ao ganhar adeptos entre as primeiras startups do vale do Silício, e já se tornou uma tendência de negócios para 2018. Growth Hacking não é, digamos, uma técnica nova. Porém, entender sobre essa tática pode ser o ponto chave que o seu negócio precisa.

Segundo Sean Ellis, empresário responsável por popularizar o termo, Growth Hacking é “uma área cujo objetivo é o verdadeiro crescimento. Tudo o que é feito, deve ser examinado por seu potencial impacto sobre o crescimento escalável”. Outros veem essa tática de forma mais abrangente e ampliam seu conceito, como Andrew Chen, que afirmou que “Growth Hacker é o novo VP de Marketing”. Segundo Andrew, os profissionais que fazem uso desse conceito são um híbrido entre comerciante e codificador.

O Growth Hacking faz uso da criatividade, pensamento analítico e métricas sociais para a venda de produtos e expor seu empreendimento. Os Growth Hackers, profissionais que desenvolvem essa tática, concentram-se em resultados e inovações que são essenciais para empresas em seu princípio. O processo se dá em ordem invertida. Primeiro o crescimento e em segundo ponto os orçamentos.

Nós litamos sete “hacks” que podem destravar sua mente e auxiliá-lo no crescimento do seu negócio.

1 – Fundamental para qualquer empreendimento é preciso antes de tudo ter uma mentalidade empreendedora. O mundo se transforma numa velocidade nunca antes vista Essa velocidade produz inovações constantes e é preciso estar com a mente aberta a novas possibilidades e oportunidades. Esteja aberto à novas tendências no mercado em que você atua e entender como elas podem lhe ser útil.

2 – Valide seu produto e encontre o melhor formato para que esse possa tingir crescimento no momento adequado. Possua uma métrica principal que te norteie. Analise dados e os interprete. É necessário entender que Growth Hacking vai além do marketing. É uma cultura de desenvolvimento que estuda as tendências de negócios para o crescimento da sua empresa.

3 – Esteja atento ao Big Data. Saiba como usar os padrões de informação fornecidos por esses dados. Extraia, retenha e sistematize os dados do Big Data. Os parâmetros fornecidos podem ser considerados uma das maiores tendências para o futuro.

4 – Crie e entregue conteúdos de qualidade fazendo uso das tecnologias disponíveis.

5 – Aprenda com seus concorrentes. Encontre necessidades a serem atendidas e foque em estudos e desenvolvimentos de soluções. Mas atenção, não é preciso ficar “paranoico” com seu concorrente. Alguns das ferramentas para te ajudar a estudá-los são: SemRush, SEOMoz, SimilarWeb.

6 – Utilize o Linkedin como plataforma de crescimento. Essa rede social te conecta a diferentes profissionais e empresas e cria inúmeras possibilidades e oportunidades para milhões de profissionais.

7 – Aplicativos de mobilidade e tecnologias são tendências de negócios para os anunciantes. Waze, Uber, BlaBla Car, creceram vertiginosamente e podem auxiliar em novas oportunidades como uma plataforma de anúncios.

É importante frisar que Growth Hacking varia de acordo com a empresa, mas o denominador comum é sempre o foco em crescimento.

 

Com Mentalidade Empreendedora