Área Restrita

Destaques

Conheça a Governança Corporativa

Atualizado em 12/03/2018 02:03

 

Com as transformações ocorridas ao longo do século XX, a economia de diferentes países tornou-se integrada as dinâmicas do comércio internacional e as expansões das transações financeiras em todo o mundo. Com isso, as organizações passaram por transformações para se adequarem a nova realidade, que surgia e provocava a distinção entre propriedade e a gestão empresarial; uma divergência entre os interesses dos sócios, executivos e o melhor interesse da empresa.

Segundo o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, “a vertente mais aceita indica que a Governança Corporativa surgiu para superar o “conflito de agência” clássico. Nesta situação, o proprietário (acionista) delega a um agente especializado (administrador) o poder de decisão sobre a empresa (nos termos da lei), situação em que podem surgir divergências no entendimento de cada um dos grupos daquilo que consideram ser o melhor para a empresa e que as práticas de Governança Corporativa buscam superar”.

Nesse contexto, a Governança Corporativa cria mecanismos eficientes de monitoramento e incentivos para que os administradores das organizações estejam alinhados ao interesse da empresa. Ou seja, ela é o sistema por meio do qual as empresas são dirigidas, incentivadas e monitoradas, abrangendo um inter-relacionamento entre conselho administrativo, órgãos de fiscalização, diretoria, sócios e demais partes interessadas, convertendo assim, os princípios em recomendações objetivas e alinhadas, otimizando o valor econômico e contribuindo para uma gestão de qualidade na organização.

A Governança Corporativa pode ser aplicada também às organizações não empresariais, como cooperativas e organizações do terceiro setor, alinhando interesses para que estes contribuam com o sucesso de determinada organização, bem como sua longevidade.

 

Com Instituto Brasileiro de Governança Corporativa